O Prof. Sylvio Panizza (USP) desde muito cedo dirigiu suas pesquisas para o estudo das plantas e seu poder curativo.
440 horas (400hs aula e práticas + 40hs Monografia) distribuídas em 18 meses, um encontro por mês, para os que desejarem o Título de Especialistas em Fitoterapia Clínica com reconhecimento pelo MEC.
O Curso também pode ser frequentado no formato modular independente para aqueles que desejarem certificação como Atualização Profissional. Saiba Mais ...
Notícias
Informação que gera interesse 


Essas plantas possuem nível de evidência alta, com o seu conhecimento de uso terapêutico partindo do antigo uso tradicional, passando pelo registro na Farmacopéia Brasileira e outras internacionais. Elas têm suas propriedades e aplicações confirmadas pelos olhos da ciência, através do registro bibliográfico de artigos científicos publicados em revistas especializadas de renome internacional e da mais alta reputação. Em alinhamento com os dados e informações fornecidos pela organização mundial da saúde, cerca de 80% da população mundial utiliza alguma forma de  medicamentos à base de plantas no cuidado e prevenção de vários males. E o bom é saber que aquele´chazinho‘ que a vovó fazia para um problema que acontecia normalmente, agora tem um respaldo da ciência e de órgãos regulatórios, como é o caso da ANvIsA no Brasil, o órgão emissor de resoluções, diretrizes para resolver, melhorar e assegurar que a população tenha sempre o produto indicado e com um padrão de qualidade alto. 

Plantas Medicinais:
Passeio no Sítio Panizza no Embu das Artes, Professor Gilson Giambelli com o Presidente do Conselho Brasileiro de Fitoterapia, Dr. h. c. Sérgio Tinoco Panizza.

Entrevista com o Presidente do Conselho Brasileiro de Fitoterapia, 

Dr. h. c. Sérgio Tinoco Panizza

para o programa Cifras e Safras

Parte I

Produtos Fitoterápicos

Fitoterapia

Medicina Tradicional Chinesa

Fórmulas Magistrais Chinesa

Uma Fito conversa entre
Eliana Rodrigues e Sérgio Tinoco Panizza.
ETNOFARMACOLOGIA E PLANTAS MEDICINAIS

O que é etnofarmacologia?

A etnofarmacologia pode ser definida como “a exploração científica interdisciplinar de agentes biologicamente ativos (encontrados em partes ou produtos de vegetais, animais, fungos, minerais com fins medicinais e tóxicos) tradicionalmente empregados ou observados pelo homem” (Bruhn & Helmstedt, 1981). Note que quando falamos de agentes biologicamente ativos não nos limitamos a plantas, mas incluímos também animais (secreções de sapos como o canuanu, por exemplo) e minerais. Um exemplo de remédio mineral é a areia. Frequentemente ouvimos de populações litorâneas: se você levar uma picada de arraia, coloque areia no local para desinflamar. Nesse caso estamos falando de um remédio ... Leia mais

Produtos Panizza​

Phármacia da Terra

A Fitoterapia é a prevenção e o tratamento de doenças mediante o uso de plantas (Ferreira, 1999). Phyton, em grego, quer dizer “planta” e therapeia vem do verbo therapeuo, que significa “tratar, cuidar”. Segundo a Portaria 971, de 03/05/2006, do Ministério da Saúde, a fitoterapia é uma terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias ativas isoladas, ainda que de origem vegetal (PANIZZA 2010).
As plantas e ervas são responsáveis pela produção de boa parte do oxigênio, gás indispensável para nossa respiração e, conseqüentemente, para nossa sobrevivência. Preservando o verde, permitimos que os habitantes das cidades respirem melhor! Já notou como é diferente o ar de uma grande cidade e o ar de uma cidade no campo cercada de verde? Quanto mais árvores ao nosso redor, mais puro é o ar que respiramos. A TV PANIZZA têm esse papel de divulgar e difundir este ideal de vida, o quanto é benéfico para a saúde de sua família o uso e a preservação de plantas e ervas.  Comprar um medicamento fitoterápico industrializado é a certeza de estar tomando um xarope feito da forma correta e com a quantidade adequada da erva, o que já é mais difícil ocorrer se ele for feito da maneira caseira. 

O Prof. Sylvio Panizza (USP)

O Prof. Sylvio Panizza (USP) desde muito cedo dirigiu suas pesquisas para o estudo das plantas e seu poder curativo.


Como farmacêutico-bioquímico, tornou-se professor universitário na área de Plantas Medicinais e fez carreira até tornar-se Professor Titular pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Universidade de São Paulo. É considerado uma das maiores autoridades brasileiras na área de farmacobotânica.

Autor do livro "Plantas Que Curam - Cheiro de Mato" .

Participou de numerosos trabalhos científicos e publicações em revistas especializadas na área de saúde.


Muito conhecido e respeitado por seu profundo conhecimento sobre plantas medicinais.

 

Tornou-se nacionalmente conhecido devido ao sucesso do quadro "Cheiro de Mato" no programa Dia a DIA, que era produzido e apresentado por ele desde 1989, transmitido através da Rede Bandeirantes de Televisão.

O uso de plantas medicinais

A terapia com plantas medicinais, ou fitoterapia, foi uma das primeiras técnicas de prevenção de doenças utilizadas pelo homem. Quando da sua germinação e crescimento, uma planta metaboliza e produz centenas de compostos que, juntamente com a água e outras substâncias absorvidas pela planta, circulam por um sistema vascular (como ocorre no organismo humano).