O Prof. Sylvio Panizza (USP) desde muito cedo dirigiu suas pesquisas para o estudo das plantas e seu poder curativo.
Dr. Sylvio Panizza
Dr. Sylvio Panizza

Fitoterapia é contemporânea do início da humanidade, que sempre utilizou os vegetais. “O homem primitivo, instintivamente, já procurava ervas para acalmar uma dor ou se curar de qualquer mal. A extração predatória deveria se constituir em crime grave, sujeito a severas punições. “Em um momento em que a manutenção da saúde é cara e difícil". O índio é o mais civilizado usuário das plantas brasileiras, inteligentemente preserva o que é bom e garante esse bem para seus descendentes.

press to zoom
O uso de plantas medicinais
O uso de plantas medicinais

A terapia com plantas medicinais, ou fitoterapia, foi uma das primeiras técnicas de prevenção de doenças utilizadas pelo homem. Quando da sua germinação e crescimento, uma planta metaboliza e produz centenas de compostos que, juntamente com a água e outras substâncias absorvidas pela planta, circulam por um sistema vascular (como ocorre no organismo humano).

press to zoom
Cuidados no modo de preparo
Cuidados no modo de preparo

10g ervas secas são diferentes de 10 g de ervas frescas!!! Ervas frescas, por apresentarem maior quantidade de água, têm menor quantidade de ativos e maior concentração de compostos tóxicos se comparadas às ervas secas. Assim, é preferível a utilização de ervas secas por oferecerem menor risco de intoxicação e maior eficácia farmacológica, com uma dose reduzidas

press to zoom
Dr. Sylvio Panizza
Dr. Sylvio Panizza

Fitoterapia é contemporânea do início da humanidade, que sempre utilizou os vegetais. “O homem primitivo, instintivamente, já procurava ervas para acalmar uma dor ou se curar de qualquer mal. A extração predatória deveria se constituir em crime grave, sujeito a severas punições. “Em um momento em que a manutenção da saúde é cara e difícil". O índio é o mais civilizado usuário das plantas brasileiras, inteligentemente preserva o que é bom e garante esse bem para seus descendentes.

press to zoom
1/5
Plantas Medicinais:
Passeio no Sítio Panizza no Embu das Artes, Professor Gilson Giambelli com o Presidente do Conselho Brasileiro de Fitoterapia, Dr. h. c. Sérgio Tinoco Panizza.

Entrevista com o Presidente do Conselho Brasileiro de Fitoterapia, 

Dr. h. c. Sérgio Tinoco Panizza

para o programa Cifras e Safras

Parte I

Produtos Fitoterápicos

Fitoterapia

Medicina Tradicional Chinesa

Fórmulas Magistrais Chinesa

CURSO DE FITOTERAPIA 
https://www.fitoterapia.com.br/cursodefitoterapia-1 
Produtos Panizza​
Uma Fito conversa entre
Sérgio Tinoco Panizza e
Eliana Rodrigues 

ETNOFARMACOLOGIA E PLANTAS MEDICINAIS
O que é etnofarmacologia?

A etnofarmacologia pode ser definida como “a exploração científica interdisciplinar de agentes biologicamente ativos (encontrados em partes ou produtos de vegetais, animais, fungos, minerais com fins medicinais e tóxicos) tradicionalmente empregados ou observados pelo homem” (Bruhn & Helmstedt, 1981). Note que quando falamos de agentes biologicamente ativos não nos limitamos a plantas, mas incluímos também animais (secreções de sapos como o canuanu, por exemplo) e minerais. Um exemplo de remédio mineral é a areia. Frequentemente ouvimos de populações litorâneas: se você levar uma picada de arraia, coloque areia no local para desinflamar. Nesse caso estamos falando de um remédio ..

O Prof. Sylvio Panizza (USP)

O Prof. Sylvio Panizza (USP) desde muito cedo dirigiu suas pesquisas para o estudo das plantas e seu poder curativo.


Como farmacêutico-bioquímico, tornou-se professor universitário na área de Plantas Medicinais e fez carreira até tornar-se Professor Titular pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Universidade de São Paulo. É considerado uma das maiores autoridades brasileiras na área de farmacobotânica.

Autor do livro "Plantas Que Curam - Cheiro de Mato" .

Participou de numerosos trabalhos científicos e publicações em revistas especializadas na área de saúde.


Muito conhecido e respeitado por seu profundo conhecimento sobre plantas medicinais.

 

Tornou-se nacionalmente conhecido devido ao sucesso do quadro "Cheiro de Mato" no programa Dia a DIA, que era produzido e apresentado por ele desde 1989, transmitido através da Rede Bandeirantes de Televisão.